Terça-feira, 9 de Junho de 2009
Terminator Salvation

 

FILME: Terminator Salvation

REALIZADOR: McG

cinema.sapo.pt/filme/terminator-salvation



 

O que achou do filme?
Na minha insignificância como conhecedor de cinema a fundo, porque não sou realizador nem expert na matéria, gostei imenso. Gostei imenso, porque achei o filme muito bem feito. Não sei onde é que a cabecinha do Homem, que é tão inteligente e que faz tanta coisa fantástica, poderá chegar.

 

Aquelas cenas de violência são talvez um bocadinho demoradas de mais. Achei o filme um sério aviso à inteligência do Homem, no que se refere às máquinas e àquilo que inventa para destruição. Eu não sou contra as máquinas, ainda que seja de uma época em que não havia quase máquinas nenhumas. É incrível a diferença que fez um salto de 70 anos, em que houve uma evolução fantástica.

 

O que eu acho é que, também há que ver o lado mau e negativo destas invenções e da mente do Homem, porque o Homem, no fundo, tem o seu cérebro e o seu lado bom, mas também tem o lado mau. A humanidade vai auferindo muito do que o homem inventa com o lado bom, mas também, infelizmente, vai inventar coisas que são de destruição e que são muito más para a humanidade, como já se tem verificado através dos tempos, com as bombas atómicas, as armas e essas coisas todas. Acho que se o homem não tivesse essa capacidade inventiva e esta inteligência estávamos na idade da pedra. Eu não gostava de estar na idade da pedra! Temos de aproveitar o conforto que nos dão as máquinas, seja o automóvel, o telemóvel, a televisão, a rádio… Tudo isso são invenções fantásticas.

 

O lado mau das coisas que inventam são as armas destruidoras. Não sei até que ponto esta inteligência do homem que vai evoluindo de modo a inventar as coisas, porque já ouvi dizer que só vinte por cento do cérebro do homem é que está em funções, (não sei que sábio é que disse, ou como é que soube, ou inventou isso). Quando o cérebro chegar aos cem por cento não sei onde o Homem vai chegar. Até já ouvi dizer que uns sábios japoneses já estão a trabalhar para inventar a vida eterna. Eu acho isso uma coisa do outro mundo e não acho que seja possível. Onde é que o planeta poderia aguentar tantas pessoas se não morressem? Até podem inventar uma longevidade maior, aliás já está a acontecer - maior do que havia há séculos atrás. As pessoas vivem muito mais tempo.

 

Graças a Deus que eu já tenho quase oitenta anos, e aqui há uns séculos atrás não se vivia para lá dos quarenta. Podem inventar até que se viva até aos duzentos ou trezentos anos. Eu acredito em tudo isso, vai acontecer com certeza, se entretanto a humanidade não acabar. A vida eterna é que não. Deus nem pode consentir isso. Se há um deus, e acredito que haja um deus, porque sou religioso, não sei até que ponto vai deixar a humanidade prosseguir nesta rota, desta maneira.

 

Gostei muito do filme, porque esta muito bem feito. É um sério aviso ao Homem para que caminhe no sentido de fazer as máquinas para bem da humanidade e não para a destruir, como um dia pode acontecer.

 

 

 

O que gostou mais do filme?

 

Interpretação não tem quase nenhuma, mas gostei muito da realização e gostei da imaginação de ficção científica a que se propuseram para dar um filme assim.

Até achei graça à pretinha (Jada Grace) - com aquela doçurazinha dela, naquele local, com aquele caos e violência. É um toque do realizador para dar alguma doçura àquela violência toda.


 

O que gostou menos no filme?

 

Não houve nada que não gostasse muito. Só um pormenor: naquela altura em que vimos que Los Angeles já estava toda destruída, como é que eles tinham comida e gasolina naquela altura? Não percebi.

 

  

CLASSIFICAÇÕES

 

JOÃO SERRA - (de 0-5)

 

FILIPE MELO - O filme está muito bem feito, mas não percebo porque é que tive de gramar um anúncio de meia hora à Super Bock. Vou passar a beber Sagres. Ainda por cima não passaram trailer nenhum!

 

TIAGO CARVALHO- (de 0-3)

Influenciado pelo pela opinião do João, fiquei a pensar num pacemaker. Afinal é do coração que vem a nossa humanidade. Ainda bem que existem máquinas para o fazer bater mais uns tempos.



publicado por senhordoadeus às 15:54
link do post | comentar | partilhar | ver no SAPO Cinema

1 comentário:
De NunoF a 23 de Junho de 2009 às 17:57
Gostei imenso dos momentos de acção. Muita bem realizados e com uns toques interessantes. Não gostei do exagero de “piscar de olho” aos filmes anteriores, em especial no fim. E o Marcus é muita fixe, se fosse miúdo, de certo que queria uma action-figure dele. Era para mim (e é na verdade) um filme de pipocas, mas ao ler a sua análise, ponderei duas vezes, pois reparei que muitos esqueceram a “mensagem” da premissa que dá origem ao filme. Aqui fica um link curioso de um futuro próximo e presente em nossas terras: http://www.youtube.com/watch?v=IfQMyCtHCdk


Comentar post

O Senhor do Adeus - Rubrica de Cinema
Todos os Domingos, pelas 20.30, no cinema El Corte Inglês, João Manuel Serra (o famoso "Senhor do Adeus") vai ao cinema com Filipe Melo e com Tiago Carvalho. Este Blog serve para documentar as opiniões e observações de João Serra sobre os filmes e sobre a vida. Os comentários deixados no blog durante a semana serão lidos ao João Serra no Domingo seguinte.
O Senhor do Adeus
críticas recentes

Adeus!

Hail, Caeser!

Trumbo

Quarto

Deadpool

Carol

pesquisar
 
últ. comentários
I have my own business order mysoline (http://www....
Is it convenient to talk at the moment? naprelan 7...
this is be cool 8) generic primidone (http://www.l...
arquivos

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Junho 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

mais comentados
tags

todas as tags

links
blogs SAPO
RSS