Terça-feira, 30 de Junho de 2009
A Ressaca

FILME: A RESSACA
REALIZADOR: Todd Phillips

cinema.sapo.pt/filme/the-hangover

 


 

O que achou do Filme?

Achei o filme um horror! Achei péssimo. Vou ser muito sincero: não estou de acordo com muitas pessoas simpáticas de quem eu gosto muito, que me possam ler e ter a sua opinião positiva do filme, que claro que pode ser muito diferente da minha.

O filme, de uma ponta a outra não tem interesse nenhum, não tem humor nenhum. Acho que isto nem é humor, nem é cómico, é uma palhaçada! Não sei porque se riem daquelas cenas, mas é o que eu digo: a juventude que é muito querida, muito alegre e vê a vida sob um prisma já diferente do meu, tira partido de tudo. E eu acho muito bem que gozem bem, e que riam muito, que é muito bom, e é muito salutar.

Ver o tigre a andar na suite do hotel, ou a galinha, ou as cenas que fazem com o bebé, ou no consultório mostrarem aquele velho decrépito, coitadinho, daquela maneira tão triste… Rirem daquilo? Eu realmente acho que não tem humor nenhum. São cenas sem o mínimo humor!

Até podiam ter feito talvez uma coisa engraçada sobre os solteiros que se vão despedir, mas acho que não há diálogo coerente, e depois é sempre aquela palavra americana, nem digo que seja inglesa… Quer dizer, é inglês, mas é mais na América que se diz o "fucking". Não vou traduzir, porque já toda a gente sabe o que quer dizer, mas da primeira à última cena do filme, quando é assim um filme ordinário só dizem fucking, fucking, fucking, fucking!!! É uma coisa aflitiva de mau gosto.

A interpretação achei horrível: aquele gordo sem graça nenhuma (Zach Galifianakis), sempre a mostrar o rabo… Achei tão feio, tão deselegante. E cenas umas atrás das outras, ordinárias ou sem graça. E falarem do Holocausto – o anel da avó era do Holocausto. Uma coisa tão triste… Foram 6 milhões de Judeus que morreram de uma maneira tão trágica e falam daquela maneira do Holocausto?!. Meu Deus, não consigo perceber; de maneira que achei o filme de uma ponta a outra de um mau gosto atroz. Dou zero estrelas.

 

 

CLASSIFICAÇÕES

 

JOÃO SERRA (de 0-5) -  0 Estrelas 

 

FILIPE MELO- Não é bom nem mau, antes pelo contrário. 

 

TIAGO CARVALHO (0-3) -

 

 



publicado por senhordoadeus às 10:18
link do post | comentar | ver comentários (4) | partilhar | ver no SAPO Cinema

Terça-feira, 23 de Junho de 2009
Ligações Perigosas

Ligações Perigosas

FILME: Ligações Perigosas
REALIZADOR: Kevin MacDonald

cinema.sapo.pt/filme/state-of-play



O que achou do Filme?

Gostei bastante. Achei interessante, penso que a trama toda do filme está muito bem urdida. Está muito bem perpetrado. Gosto bastante do que faz de jornalista (Russell Crowe), acho que está muito bem, e a rapariguinha (Rachel McAdams), a outra jornalista, também está muitíssimo bem.

No entanto, há um pormenor que achei um bocadinho forçado: não sei se repararam que quase no fim do filme, quando há aquele tiroteio, na altura em que o Robert Bingham (Michael Berresse) quer matar o jornalista, ele demora tanto tempo, que dá tempo que os polícias cheguem e avancem e o matem primeiro a ele em vez do jornalista. Acho que está um bocadinho forçado, e acho que é uma espécie de happy end metido à pressão, para o filme acabar benzinho e haver a reportagem e aquela coisa toda de seguida.

 

Segundo a lógica, ele como assassino que era, não ia demorar tanto tempo: dava logo um tiro no jornalista e tentava fugir o mais possível para escapar. É claro que isto não vem tirar o interesse ao filme, mas acho que tem umas soluções ilógicas.

 

O repórter deduziu que tinha sido o congressista (Ben Affleck) o culpado, por causa da frase da mulher (Robin Wright Penn), que sabia quanto é que a amante ganhava. O marido dizia tudo à mulher e tinham aquilo combinado. Foi o que a minha estupidez deduziu. Foi quando se lhe fez luz no cérebro, e foi a correr para ir ter com o Collins...

Mas pronto: são pormenores. Mas achei bastante bom o filme no género.

 

O que gostou mais no Filme?

Não sei, quando é assim um filme bom tem de haver muita coisa boa para se gostar: a produção, a realização, a interpretação, o argumento, tudo isso achei bom no filme. É difícil dizer se é melhor isto ou aquilo, porque o conjunto é muito bom – um filme muito interessante, com suspense. Os actores também foram muito bem escolhidos.

 

 

 

CLASSIFICAÇÕES

 

JOÃO SERRA (de 0-5) -   

 

FILIPE MELO- Não é nada de especial, mas vê-se bem. Estava à espera que fosse um bocadinho mais giro. 

 

TIAGO CARVALHO (0-3) -

 



publicado por senhordoadeus às 14:07
link do post | comentar | partilhar | ver no SAPO Cinema

Segunda-feira, 15 de Junho de 2009
Flammen & Citronen

 

FILME: Flammen & Citronen
REALIZADOR : Ole Christian Madsen
cinema.sapo.pt/filme/flammen-citronen

 


O que achou do filme?

Bem, em primeiro lugar, sob o ponto de vista técnico cinematográfico, achei fantástico.

É um filme muitíssimo bem feito, realizado e interpretado. Tem cenas muito bonitas de cinema. Acho que, como cinema, dou nota máxima em absoluto.

Agora, lanço um aviso para a gente nova: a gente desta geração não pode dar valor ao filme porque não passou por aquilo, como eu passei. Era miúdo naquela altura mas assisti à guerra, e estive a par daquelas atrocidades e daquele drama que viveu toda a Europa; mesmo em Portugal e nos outros países neutros, porque, apesar de não estarem em guerra, sofríamos as consequências da falta de muitas coisas, de comida (o pão era racionado) e os carros não tinham gasolina.


Foi uma altura muito difícil, desde Setembro de 1939 a Maio de 1945: aqueles anos foram um pesadelo autêntico.

Naquela altura podia-se assistir ao que fazia tanto um lado como o outro, porque era permitido haver propaganda da alemanha nazi. Então, era dos dois lados: havia actualidades francesas, inglesas, alemãs... De maneira que toda a gente vivia muito aquilo tudo.
 
Eu acho que a rapaziada de agora não dá valor ao que foi a Guerra. Está nos livros de História, tal como estão as invasões napoleónicas e muitas outras coisas que já se passaram, e sabem que foi uma coisa muito chata, e até reconhecem o drama, mas não dão valor, como eu dou, ao que se passou.

Este filme retrata exactamente a Resistência Dinamarquesa, tal como houve resistência em França e em todos os países ocupados. Sabe-se bem o que eles passaram, e eu dou imenso valor a este filme: acho que é quase um hino à resistência contra a ocupação nazi.

As pessoas da geração de agora, com vinte e trinta anos, não dão valor ao filme, porque estão mais viradas para o futuro (e eu acho isso bem!) - naves inter-espaciais que vão descobrir Marte, Saturno e Vulcano. Não ligam nada ao que foi a Segunda Guerra Mundial, aquela hecatombe horrível.

Pronto, por um lado é bom, é sinal de que acabou a Guerra e que estamos em paz relativa. Portanto, faço votos de que não venha uma Terceira Guerra Mundial que acabe com este mundo de uma vez para sempre.

O que mais gostou do filme:


Gostei de tudo. Um pormenor que achei engraçado: a dada altura, a meio daquela tragédia toda ouvir-se a canção "Cheek to Cheek", do Cole Porter, que na altura estava em voga, na altura em que ele a compôs. Graças a Deus vi aqui em Portugal, em paz, o "Chapéu Alto", que foi feito na década de trinta mas só chegou cá por volta de 1940. Eu delirava com o Fred Astaire e com a Ginger Rogers, então achei muito bem metido aquele pormenor pequenino. Uma beleza!

O que menos gostou:

Não houve nada que eu achasse mal feito. Até estive em Copenhaga e gostei muito, e os Dinamarqueses são muito simpáticos.

 

CLASSIFICAÇÕES

 

 

 

JOÃO SERRA (0-5) -

FILIPE MELO - Não gostei por aí além, achei um pouco lento. Suponho que faço parte da geração habituada aos filmes de naves inter-espaciais!

TIAGO CARVALHO
(0-3) -



publicado por senhordoadeus às 02:11
link do post | comentar | ver comentários (6) | partilhar | ver no SAPO Cinema

Terça-feira, 9 de Junho de 2009
Terminator Salvation

 

FILME: Terminator Salvation

REALIZADOR: McG

cinema.sapo.pt/filme/terminator-salvation



 

O que achou do filme?
Na minha insignificância como conhecedor de cinema a fundo, porque não sou realizador nem expert na matéria, gostei imenso. Gostei imenso, porque achei o filme muito bem feito. Não sei onde é que a cabecinha do Homem, que é tão inteligente e que faz tanta coisa fantástica, poderá chegar.

 

Aquelas cenas de violência são talvez um bocadinho demoradas de mais. Achei o filme um sério aviso à inteligência do Homem, no que se refere às máquinas e àquilo que inventa para destruição. Eu não sou contra as máquinas, ainda que seja de uma época em que não havia quase máquinas nenhumas. É incrível a diferença que fez um salto de 70 anos, em que houve uma evolução fantástica.

 

O que eu acho é que, também há que ver o lado mau e negativo destas invenções e da mente do Homem, porque o Homem, no fundo, tem o seu cérebro e o seu lado bom, mas também tem o lado mau. A humanidade vai auferindo muito do que o homem inventa com o lado bom, mas também, infelizmente, vai inventar coisas que são de destruição e que são muito más para a humanidade, como já se tem verificado através dos tempos, com as bombas atómicas, as armas e essas coisas todas. Acho que se o homem não tivesse essa capacidade inventiva e esta inteligência estávamos na idade da pedra. Eu não gostava de estar na idade da pedra! Temos de aproveitar o conforto que nos dão as máquinas, seja o automóvel, o telemóvel, a televisão, a rádio… Tudo isso são invenções fantásticas.

 

O lado mau das coisas que inventam são as armas destruidoras. Não sei até que ponto esta inteligência do homem que vai evoluindo de modo a inventar as coisas, porque já ouvi dizer que só vinte por cento do cérebro do homem é que está em funções, (não sei que sábio é que disse, ou como é que soube, ou inventou isso). Quando o cérebro chegar aos cem por cento não sei onde o Homem vai chegar. Até já ouvi dizer que uns sábios japoneses já estão a trabalhar para inventar a vida eterna. Eu acho isso uma coisa do outro mundo e não acho que seja possível. Onde é que o planeta poderia aguentar tantas pessoas se não morressem? Até podem inventar uma longevidade maior, aliás já está a acontecer - maior do que havia há séculos atrás. As pessoas vivem muito mais tempo.

 

Graças a Deus que eu já tenho quase oitenta anos, e aqui há uns séculos atrás não se vivia para lá dos quarenta. Podem inventar até que se viva até aos duzentos ou trezentos anos. Eu acredito em tudo isso, vai acontecer com certeza, se entretanto a humanidade não acabar. A vida eterna é que não. Deus nem pode consentir isso. Se há um deus, e acredito que haja um deus, porque sou religioso, não sei até que ponto vai deixar a humanidade prosseguir nesta rota, desta maneira.

 

Gostei muito do filme, porque esta muito bem feito. É um sério aviso ao Homem para que caminhe no sentido de fazer as máquinas para bem da humanidade e não para a destruir, como um dia pode acontecer.

 

 

 

O que gostou mais do filme?

 

Interpretação não tem quase nenhuma, mas gostei muito da realização e gostei da imaginação de ficção científica a que se propuseram para dar um filme assim.

Até achei graça à pretinha (Jada Grace) - com aquela doçurazinha dela, naquele local, com aquele caos e violência. É um toque do realizador para dar alguma doçura àquela violência toda.


 

O que gostou menos no filme?

 

Não houve nada que não gostasse muito. Só um pormenor: naquela altura em que vimos que Los Angeles já estava toda destruída, como é que eles tinham comida e gasolina naquela altura? Não percebi.

 

  

CLASSIFICAÇÕES

 

JOÃO SERRA - (de 0-5)

 

FILIPE MELO - O filme está muito bem feito, mas não percebo porque é que tive de gramar um anúncio de meia hora à Super Bock. Vou passar a beber Sagres. Ainda por cima não passaram trailer nenhum!

 

TIAGO CARVALHO- (de 0-3)

Influenciado pelo pela opinião do João, fiquei a pensar num pacemaker. Afinal é do coração que vem a nossa humanidade. Ainda bem que existem máquinas para o fazer bater mais uns tempos.



publicado por senhordoadeus às 15:54
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar | ver no SAPO Cinema

Segunda-feira, 1 de Junho de 2009
Zack e Miri Fazem um Porno

 ZACK AND MIRI FAZEM UM PORNO

 

30/05/09

FILME: Zack and Miri fazem um porno

REALIZADOR: Kevin Smith

cinema.sapo.pt/filme/zack-and-miri-make-a-porno

 


 

O que achou do filme?

 

Eu sou uma pessoa que gosta muito do que é bonito. Sou o que as pessoas chamam de pessoa esteta, uma pessoa que gosta de estética, e eu confesso que achei o filme muito feio, muito feio, muito feio, porque é a mangação da beleza!

 

O sexo tem tanta beleza, e eles conseguem dar uma ideia de sexo que é negativa, o mais possível. Não sei porque é que dizem tantos palavrões, do princípio ao fim: tantos palavrões, tantos palavrões. Não gostei dessa faceta. Acho que não se salva nada: nem a realização, nem a interpretação, nada. O argumento é banal, sem piada nenhuma, e com aquele final (suspiro)...

 

Acho que o sexo é uma coisa bonita, de que toda a gente gosta, não é? O filme não retrata o sexo de uma forma positiva e construtiva, e isso chocou-me. Achei o filme feio, mal realizado, mal interpretado e sem nada de positivo. É um aviltamento, com um palavreado inadmissível, para quê? Pode ser pornográfico sem se dizerem tantos palavrões.

 

Eu nem sei que classificação hei-de dar porque, se é de 1-5, eu acho que lhe dou 0! Dou um 0 em tudo!

 

Há alguma coisa que tenha gostado?

 

Bem, acho a rapariga do filme (Elizabeth Banks) muito bonitinha, é a única coisa bonitinha do filme, mas que não oconsegue salvar. Achei o filme de uma violência...

 

 

CLASSIFICAÇÕES

 

JOÃO SERRA (de 0-5) -    0 

 

FILIPE MELO- Hoje discordo do João. Eu gostei. Está bem escrito,  e é uma espécie de versão um pouco pior do "Virgem aos 40 anos", filme de que gosto muito. 

 

TIAGO CARVALHO (0-3) -

 

 



publicado por senhordoadeus às 11:51
link do post | comentar | ver comentários (5) | partilhar | ver no SAPO Cinema

O Senhor do Adeus - Rubrica de Cinema
Todos os Domingos, pelas 20.30, no cinema El Corte Inglês, João Manuel Serra (o famoso "Senhor do Adeus") vai ao cinema com Filipe Melo e com Tiago Carvalho. Este Blog serve para documentar as opiniões e observações de João Serra sobre os filmes e sobre a vida. Os comentários deixados no blog durante a semana serão lidos ao João Serra no Domingo seguinte.
O Senhor do Adeus
críticas recentes

Adeus!

Hail, Caeser!

Trumbo

Quarto

Deadpool

Carol

pesquisar
 
últ. comentários
I have my own business order mysoline (http://www....
Is it convenient to talk at the moment? naprelan 7...
this is be cool 8) generic primidone (http://www.l...
arquivos

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Junho 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

mais comentados
tags

todas as tags

links
blogs SAPO
RSS