Terça-feira, 27 de Outubro de 2009
O Delator!

Poster de «O Delator!»

FILME: O Delator!

REALIZADOR: Steven Soderbergh

http://cinema.sapo.pt/filme/the-informant

  

 

 


 

 

O que achou do filme?

 

Sabe, eu não sei bem o que dizer nesta crítica, porque realmente achei o filme tão chato (os momentos que vi, quando estava acordado).
 
Bem, percebi que ele (Matt Damon) era um aldrabão, e que era um caso verídico. Confesso que não acompanhei bem - não acho que haja grande coisa a dizer.
 
Não gosto do actor, mas enfim... A realização não é nada de especial. Não tem ponta por onde se lhe pegue. Achei o filme uma porcaria.
 
Passei pelas brasas, e descansei um bocado.

Não vejo pormenores que possam defender o filme.
 
Ao menos o Tarantino, com aquela mortandade toda, é mais animado. Este filme, só se fosse obrigado a ver. Embirro com este actor. Não gostei nada.
 
CLASSIFICAÇÕES
 JOÃO MANUEL SERRA (0 a 5) - zero estrelas
 

FILIPE MELO - GRANDA SECA!
 

TIAGO CARVALHO (0 a 3) -

 

ANA MARKL (Crítica convidada) (1 palavra) - Fastidioso.



publicado por senhordoadeus às 18:10
link do post | comentar | partilhar | ver no SAPO Cinema

Quinta-feira, 22 de Outubro de 2009
Welcome - Bem-vindo

 Poster de «Welcome - Bem-vindo»

FILME: Welcome - Bem-vindo

REALIZADOR: Philippe Lioret

http://cinema.sapo.pt/filme/welcome

 

 


O que achou do filme?

 

 

Primeiro quero dizer uma coisa que não tem a ver com o filme em si. O filme pode ser muito bom, mas já estou um bocadinho cansado de ver filmes que me chateiem, porque cada um tem as suas coisas, e há muita desgraça e muita miséria pelo mundo fora, mas cada um tem as suas misérias, e eu realmente saio de casa um bocado chateado, por viver sozinho e tento-me distrair e divertir e venho ver uma estopada muito grande que me põe ainda mais chateado. Mas pronto, é o prólogo da noite e o filme não tem nada a ver com isso, visto que ninguém tem culpa da minha disposição.
 
Quanto ao filme em si, acho-o muito rebuscado, porque aquela historiazinha que arranjaram do rapazito que vem lá do Iraque e quer ver a noiva que está em Inglaterra, aquela tragédia toda, é muito triste, é muito triste, mas acho um bocadinho rebuscado. Depois, não sei qual é o objectivo de quem fez o filme, se foi por uma questão política ou social. É muito triste não se deixar entrar os emigrantes ilegais, mas eu acho que tem de ser assim. Tem que haver vigilância, porque entre tanta gente que possa haver, podem vir até daquela zona muitos terroristas, que é são um perigo enorme para o ocidente. Estou farto de ouvir coisas do género do Bin Laden… Agora foi a Alemanha que ia ser alvo de atentados terroristas. É claro que a Alemanha tomou todas as cautelas. É o que eu digo: a Europa com a Alemanha e a Inglaterra e os Estados Unidos, estão muto vulneráveis. Aqui não nos chateiam porque somos pequeninos, mas nas potências maiores, como já fizeram na América no 11 de Setembro é um perigo! É muito triste pensar na miséria que lá há, mas paga o justo pelo pecador, porque coitadinho do rapaz, não era terrorista, mas paga pelos outros que são e que são um perigo para o ocidente.
 
Não sei bem qual é a ideia do realizador que fez o filme tão triste e tão Romeu e Julieta, para fazer uma historiazinha, tão tristinha. É para as pessoas se comoverem e para acharem que realmente se deve deixar entrar as pessoas ilegais que vem por aí fora? Se é eu não acho bem, se não é este o motivo, realmente não percebi e peço desculpa.

 

 

Para fim da macacada aparece-me o Ronaldo no fim do filme. Coitado, ele não culpa nenhuma, ele em si é muito bom jogador é muito simpático, as meninas gostam muito dele… Mas como eu sou muito contra o dinheirão que se dá aos futebolistas. É uma vergonha, um verdadeiro escândalo, sejam eles quais forem. O futebol devia ser um jogo amador. O género de indústria como está… é claro que se tem de entrar com dinheiro para a indústria. Ora eu sou do tempo que o futebol era quase um desporto quase amador, os jogadores ganhavam umas misérias e haviam jogadores que trabalhavam e tinham emprego. Tinham as duas coisas. Na década de 40 era assim. Agora são umas vedetas muito grandes e ganham fortunas. Está bem que lhes pagassem bem, agora este exagero com o Ronaldo, e quem diz o Ronaldo diz o Beckham, ou o Kaká. Eu acho que isto sim é uma afronta à pobreza. Eu fico danado! Já estava mal impressionado com o filme e com o Ronaldo ainda pior. Não gostei.
 
CLASSIFICAÇÕES
 
JOÃO MANUEL SERRA (0 a 5) -

FILIPE MELO -

TIAGO CARVALHO (0 a 3) -

 



publicado por senhordoadeus às 18:58
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar | ver no SAPO Cinema

Segunda-feira, 19 de Outubro de 2009
A Orfã

FILME: Orfã
REALIZADOR: Jaume Collet-Serra

http://cinema.sapo.pt/filme/orphan

 

Visto que é um filme de terror, achei formidável- muitíssimo bem feito. Chegou a incomodar-me!

Vi pela segunda vez com agrado. Quando venho ao cinema, gosto de ver o filme porque me esqueço de tudo o que está ao meu redor. Adoro "sentir" o filme; e senti o terror, senti a violência. Impressionou-me, cansou-me e cumpre todos os objectivos.

Encontrei duas falhas de lógica, que embora pudessem acontecer, eram muito improváveis. Não achei muito normal ou natural que a aquela senhora, a protagonista (Vera Farmiga), conseguisse fugir da clínica, porque estava muito em baixo , de cama(e não era motivo para menos), e tivesse energia para fugir dali e lidar com o que se passava na sua casa. Foi desenfreada para salvar a filha, e conseguiu lidar com aquela violência toda e arranjou forças para aquilo tudo. Eu acho que é uma improbabilidade. É muito difícil acreditar naquilo. Seria ultra difícil e ultra milagroso se acontecesse. Ponho as minhas dúvidas. É EXAGERADO!

Também é estranho que ela consiga sair da clínica sem ninguém a ver ou impedir. As pessoas que estão internadas, mesmo que não esteja sempre alguém a vigiar, não podem fugir sem mais nem menos, porque há pessoas a vigiar. Ela estava doente e deixaram-na sair por ali fora. É estranho e ilógico.

Eu adoro fimes de terror. Aliás, quando eu era miúdo já ia muito ao cinema. Naquela altura não havia classificação etária. A minha mãe não me deixava ir ver o Frankenstein e outros filmes daquela época, mas um pouco mais tarde (com cerca de 12 anos) comecei a ver e a gostar muito de filmes de terror e do extraordinário. Adorei o King Kong, o macaco gigante. Achei sempre que havia filmes desse género que são muito bem feitos.

Depois, apareceu o Hitchcock com o suspense, e que também admirei imenso. Os filmes dele não tinham esta violência, mas tinham um suspense impressionante. Os filmes dele deixavam o público "suspenso". Tecnicamente, este filme está muito evoluido, tal como todos os filmes que se fazem hoje em dia.

Vi também o trailer do 2012 (que está quase a chegar, e eu espero não ter de assistir àquelas catástrofes que mostram no filme), e estou muito curioso, porque parece muito bem feito também. Quero ir ver.

Eu abstraio-me da realidade quando estou na sala do cinema e vivo o filme, portanto, eu vivi o filme como é costume, e este encheu-me de terror, de suspense e cansou-me, mas gostei muito.

 

 

CLASSIFICAÇÕES
 
JOÃO MANUEL SERRA (0 a 5) -

FILIPE MELO - Não está mau, é um bom programa para um Domingo à noite.
TIAGO CARVALHO (0 a 3) -



publicado por senhordoadeus às 17:58
link do post | comentar | ver comentários (4) | partilhar | ver no SAPO Cinema

Terça-feira, 6 de Outubro de 2009
Distrito 9

FILME: DISTRITO 9
REALIZADOR: NEILL BLOKAMP

cinema.sapo.pt/filme/district-9

 

 


O que achou do filme?

 

Achei um filme muitíssimo bem feito. É um espanto - a ideia do filme de existir uma nave com extraterrestes que venham de outras paragens longinquas até à terra seduziu-me imenso. Desde que eu sou muito miúdo que a ideia me fascina.

Gosto de pensar também que se calhar um dia o Homem poderá fazer a mesma coisa, ir a outros mundos distantes. Tudo isso, para mim, tem uma magia especial. Desde criança que sinto isso. Já tenho dito que adoro o Júlio Verne, as "Vinte mil léguas submarinas", "Viagem à Lua", "Viagem ao centro da Terra": livros escritos em mil oitocentos e tal! Adoro tudo o que exceda a normalidade do nosso planeta, da nossa vida quotidiana e normal.

Achei o filme muito interessante, embora tivesse alguns factores bastante ilógicos. Se pensarmos um bocadinho, fica a pergunta de como é que uns seres tão superiores, que conseguiram superar os Homens e que arranjam uma nave daquelas para viajar até à Terra e até outros locais do Universo, se deixam ficar numa favela num regime completo de "apartheid". Não consigo perceber o realismo da ideia.

Também há questões de linguagem que me escapam. Os sul africanos falavam em Inglês, e eles em marciano. Como é que eles se entendiam? Quer dizer... Os extraterrestres percebiam o inglês, mas não falavam inglês porquê? Acho isso um pormenor estranho.

Lembro-me do apartheid - não acompanho a situação actual da África do Sul, mas suponho que está melhor, até parece que farão lá o campeonato do mundo de futebol. A situação intriga-me e gostava de saber mais sobre o assunto. Surpreende-me que hoje em dia se consiga uma política de mistura racial lá, porque os dirigentes de lá eram uns racistas levados da breca! Adaptaram-se aos novos tempos. É como o PSD e o PS que também se juntaram...

Achei também um bocadinho prolongado o tiroteio e a violência do final. Entristece-me sempre um bocadinho que, no geral, os extraterrestres sejam maus. Devia vir uma nave com extraterrestres bons que viessem ajudar a humanidade, que está tão má. Estes filmes são sempre a ferro a fogo. Há uma grande morbidez na Humanidade, que pende para a violência e para as coisas más, por isso acho mesmo que um dia a própria humanidade acabará na violência. Acho que, na minha ignorância, posso adivinhar que a Humanidade um dia acabará (como acabaram os dinossauros) no pior dos flagelos. Traz-me imensa tristeza pensar nisso.

 

 
CLASSIFICAÇÕES
 
JOÃO MANUEL SERRA (0 a 5) -

FILIPE MELO -É um belo filme. Tinha as expectativas muito altas, e não desiludiu. Gosto muito das curtas do realizador!
TIAGO CARVALHO (0 a 3) -

 



publicado por senhordoadeus às 12:28
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar | ver no SAPO Cinema

O Senhor do Adeus - Rubrica de Cinema
Todos os Domingos, pelas 20.30, no cinema El Corte Inglês, João Manuel Serra (o famoso "Senhor do Adeus") vai ao cinema com Filipe Melo e com Tiago Carvalho. Este Blog serve para documentar as opiniões e observações de João Serra sobre os filmes e sobre a vida. Os comentários deixados no blog durante a semana serão lidos ao João Serra no Domingo seguinte.
O Senhor do Adeus
críticas recentes

Adeus!

Hail, Caeser!

Trumbo

Quarto

Deadpool

Carol

pesquisar
 
últ. comentários
I have my own business order mysoline (http://www....
Is it convenient to talk at the moment? naprelan 7...
this is be cool 8) generic primidone (http://www.l...
arquivos

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Junho 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

mais comentados
tags

todas as tags

links
blogs SAPO
RSS