Segunda-feira, 28 de Junho de 2010
Brooklyn´s finest

BROOKLYN´S FINEST

Realizador: Antoine Fuqua

 

Muito boa noite, meus amigos.

 

Estou cansado, parece que saí de um pesadelo. Não sabia que o filme ia ser assim. Achei que o filme é bom, e gostei muito, mas é violentíssimo.

 

É engraçado porque ainda ontem pela noite ouvi o "New York, New York" pelo Frank Sinatra com o Tony Bennett, que é uma das minhas canções predilectas. Ainda por cima já estive em Nova Iorque, conheço a Nova Iorque turística. O Central Park, a estátua da Liberdade, a Broadway…

 

Brooklyn é tão diferente, que não parece a Nova Iorque que eu conheci. Pareceu-me até possivelmente exagerado no filme, pensei que não se passasse tanta coisa desgraçada como se passa no filme, mas acredito que possa ser mesmo assim, e deve ser mesmo muito difícil para todos, para os polícias e para os ladrões.

 

Achei o filme muito bem feito, O Richard Gere é bom actor, e achei a trama interessante. Só não gostei de uma cena, que se passa como um milagre, e aviso que vem um momento que pode estragar o filme - o polícia consegue milagrosamente perceber quem é que raptou a rapariga, e vai atrás dele: pareceu-me forçado e não foi muito credível. Eu, porém, acredito em milagres, porque me acontecem coisas milagrosas - com esta idade faço aquilo que faço; estar na rua a acenar às pessoas, e elas são muito simpáticas comigo. Isto, para mim, é um milagre.

 

Considerei um filme vulgar, um filme de polícias e bandidos, que, embora não seja um filme para galardões, está feito com a competência técnica habitual. Eu gosto de ver um filme que me impressione. Saí um pouco perturbado, mas é sinal de que o filme está bem feito e tem impacto. Eu tenho este defeito, ou qualidade, de viver demasiado as coisas. Na vida real e no cinema, vivo intensamente. Se um filme está bem feito, eu fico muito impressionado, e torço-me no lugar, porque sofro com a história, e este filme conseguiu isso.

 

JOÃO MANUEL SERRA - (0-5) - 4 estrelas

FILIPE MELO - Ok. Não me aborreci, mas tenho a impressão que já não me lembro do filme para a semana. É tipo o Crash, etc. etc.

TIAGO CARVALHO -



publicado por senhordoadeus às 02:20
link do post | comentar | partilhar | ver no SAPO Cinema

Quarta-feira, 23 de Junho de 2010
Estômago

[estomago-poster01.jpg]

 

ESTÔMAGO

REALIZADOR: Marcos Jorge

 

NOTA DO EDITOR: A entrevista foi feita ao frio porque os seguranças do Monumental disseram que não podemos gravar sob as arcadas. Chiça!

 

Boa noite senhores leitores e amigos.

 

Fomos ver um filme que eu estava muito renitente em ver, porque tinha visto o trailer e achava que o filme era do mais nojento e do mais porco. Enfim, do pior possível.

 

Achei o filme paradoxal. O filme está muito bem feito, mas acho que nunca vi um filme que me repugnasse tanto, com aquelas cenas horríveis que aparecem. Como gostei do filme acho que há um paradoxo.

 

Gostei, porque achei que o filme, ainda que passado num ambiente o mais miserável possível, está muito bem feito. No entanto tive pena de não perceber totalmente o monólogo do actor principal. O filme é brasileiro, mas o sotaque não é tanto aquele a que estamos habituados, é aquela maneira caipira de falar.

 

De qualquer maneira, achei o filme muito bem engendrado, muito bem urdido, muito bem interpretado e conseguiu chocar-me.

 

O que lamento é que haja tanta miséria no mundo. Aquele ambiente é qualquer coisa de tristeza e de miséria. Como é que o ser humano consegue chegar tão baixo?  Isso deixa-me muito triste.

 

Em resumo, apesar de estar mal impressionado com o trailer, gostei do filme, e indeciso entre três ou quatro estrelas dou quatro.

 

João Manuel Serra (0-5) - 4

Filipe Melo - Sim, senhor. É o filme que esperava, porque toda a gente me disse bem. O som é que estava mau no Monumental...

Tiago Carvalho (0-3) - 2




publicado por senhordoadeus às 18:49
link do post | comentar | ver comentários (5) | partilhar | ver no SAPO Cinema

Segunda-feira, 14 de Junho de 2010
The Time Traveller´s Wife

 

THE TIME TRAVELLER´S WIFE

REALIZADOR: Robert Schwentke

 

Boa noite, amigos leitores.

 

Hoje estou um bocadinho triste porque vou ter de dizer mal do filme. Custa-me muito dizer mal de um filme, não é simpático, mas não posso dizer bem, porque o filme é completamente absurdo, sem lógica nenhuma - não sei como é que o Brad Pitt gastou dinheiro a produzir isto. Vi numa revista qualquer que ele e a Angelina Jolie agora têm esta mania.

 

O filme não faz sentido: viajar no espaço, viaja-se já e vai-se viajar mais - como já tenho dito, gosto imenso de viajar e tenho pena de não estar cá daqui a muitos anos para ficar a saber o que se vai fazer e como se vão explorar outros planetas.

 

Agora… viajar no tempo? Não vejo como tal poderá ser possível e não acredito que alguma vez será. Ainda por cima da maneira como mostram no filme - a deixar cair as roupas e aparecer não sei onde, todo nú. Bem. Eu até acredito em espiritismo. Acho que o Homem não tem só a parte física, tem também uma parte espiritual, e acho que pode acontecer que o espírito permaneça depois da morte. Tenho fé nisso. Agora… daí até voltar a estar num corpo, na parte física, e no meio destas maluqueiras todas de viagens no tempo - para realizar um filme assim só mesmo para gozar connosco. Não gostei nada, nada, nada, NADA!

 

Ela é bonitinha (Rachel Addams), e está bem interpretado, naquela média a que estamos habituados com estes filmes. São bons actores.  Mas achei o filme um absurdo, e gostava que a história fosse mais animada, mas é muito prolongada e chata, e sem interesse nenhum. Lamento muito, mas vou dar uma nota fraquinha.

 

Eu só não dou zero porque tenho em conta o trabalho que as pessoas têm a fazer um filme. Coitados, fartam-se de trabalhar a fazer e a interpretar um filme. Para mim isso conta um bocadinho, porque é o trabalho deles. Mas, com este argumento, só consigo dar uma estrela como homenagem ao trabalho dos técnicos.

 

No entanto, desejo-vos uma óptima semana a todos.

 

João Manuel Serra (0-5) - 1

Filipe Melo - Chick Flick Alert! Chick Flick Alert!

Tiago Carvalho (0-3) - 1




publicado por senhordoadeus às 15:52
link do post | comentar | ver comentários (5) | partilhar | ver no SAPO Cinema

Segunda-feira, 7 de Junho de 2010
O Segredo dos seus Olhos

FILME: O SEGREDO DOS SEUS OLHOS

REALIZADOR: Juan José Campanella

Primeiro que tudo, boa noite aos senhores leitores.

 

Hoje estou um bocadinho nervoso. Tenho medo de dizer muitas asneiras, mas desculpem, porque é a minha opinião e é aquilo que sinto.

 

Gostei bastante do filme. Tenho uma certa simpatia por aquele país (a Argentina). Buenos Aires é a Paris da América do Sul e é uma cidade onde eu gostava muito de ter ido. Como gosto muito da Argentina esperava que fosse bom.

 

Achei o filme muito bem feito. Os dois actores principais (Ricardo Darín e Soledad Villamil) são muito bons, aliás todos são. Gostei do argumento embora o tenha achado um bocadinho arrastado e complicado até se perceber quem foi o assassino.

 

Há uma crítica que faço que é a questão da sorte. Como é que eles vão descobrir o assassíno no estádio, com aquela gente toda... A dedução dele através da paixão do futebol (até há gente que gosta demais) é um bocadinho forçada. O futebol de hoje em dia gira em torno da porcaria do dinheiro. Eu gosto de futebol, mas acho que atingiu um tal valor em dinheiro que acho disparatado.  O jogo é giro, mas é apenas um jogo de pontapé na bola que vale milhões para os treinadores, jogadores e empresários. Numa época com tanta miséria e pobreza no mundo, acho que o futebol se tornou numa afronta à pobreza.

 

Continuando com o filme, podia ter acontecido realmente. Há momentos de sorte, e no meio daquela malta toda até o podiam ter descoberto, mas acho a cena forçada.

 

Há outra coisa: o tipo que aparece no final do filme não parecia o assassino. A caracterização está demasiado carregada. No início do filme ele devia ter uns 25 anos, passados outros 25 devia ter uns 50 anos. Parecia que tinha 100 anos. Bem sei que ele estava encarcerado e isso tudo, mas isso seria o suficiente para ele ficar caquéctico daquela maneira? Acho que foi exagerado para tornar a coisa mais macabra...

 

O filme está bem urdido, bem feito, bem realizado, mas arrasta-se um bocadinho. Demora muito tempo a desenrolar a história. Ficou um bocadinho monótono. Os actores mais uma vez fantásticos!

 

 

JOÃO MANUEL SERRA (0-5) - indeciso entre três e quatro, mas dou quatro.

FILIPE MELO - Um belo filme, e ainda por cima tem os cenários do Juan Cavia, que fez uma banda desenhada comigo. Que orgulho! Nessa BD entra o Senhor do Adeus....

TIAGO CARVALHO (0-3) - Duas Estrelas



publicado por senhordoadeus às 18:22
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar | ver no SAPO Cinema

John Rabe

 

FILME: JOHN RABE

REALIZADOR: Florian Gallenberger

 

Em primeiro lugar, muito boa noite, caros leitores.

 

Em segundo lugar, peço desculpa por fazer uma crítica mais sucinta, mas estamos atrasados e o filme é muito grande. Para mim foi grande demais, porque me impressionou tanto, tanto, tanto que eu já estava muito triste e aborrecido por ver tudo aquilo. É um filme ultra comovente.

Às pessoas que não gostam de filmes muito pesados recomendo que não venham ver este filme. É um filme trágico, e ainda por cima verídico. Isto passou-se numa altura em que eu já tinha seis anos e lembro-me de ouvir falar da invasão dos japoneses na China e que havia aquelas atrocidades todas. Lembro-me também da Guerra Civil de Espanha, outra coisa horrorosa, cheia de barbaridades impressionantes.

 

Lembro-me, claro, da Segunda Grande Guerra, em que me lembro de tudo. Desde o princípio da declaração de Guerra do Churchill que eu ouvi em directo na rádio. Lembro-me de tudo, mas não me vou prolongar.

 

O filme está muito bem feito, muito bem interpretado - devo dizer que chorei. Não chorei baba e ranho, mas fiquei a chorar porque me impressionou imenso. Então, acho que não aconselho este filme a pessoas que se impressionem facilmente, mas afinal, o cinema não é para que estejamos sempre alegres e felizes - não pode ser sempre uma "comboiada" ou um musical. O cinema serve para relatar tudo o que é possível relatar - coisas bonitas, coisas feias, coisas más, coisas boas. Cinema é Cinema. Eu fiquei muito impressionado, mas considero tudo muito especial. Desconhecia esta odisseia, a história deste alemão, que depois também não teve muita sorte no seu regresso à Alemanha, coitado. No meio dos nazis foi considerado um traidor por ajudar os chineses, embora fosse do partido. Achei tudo muito bem feito.

 

Dou cinco estrelas a este filme. A vida, graças a Deus, que não é só tragédias, e bombas e massacres. Tem de ser muito bem aproveitada, e quero aproveitar esta crítica para perguntar como é que, depois de tantas guerras, a primeira, a segunda, a guerra civil espanhola, a guerra do Ultramar… Como é que continua a haver gente que pensa em proporcionar mais guerras? Não percebo a Humanidade. Acabo com esta questão. Como é possível que o Homem avance tanto na tecnologia mas que continue tão mal do ponto de vista humano? Espero sinceramente que a Humanidade se torne melhor.

 

JOÃO MANUEL SERRA (0-5) - Cinco Estrelas

FILIPE MELO - Embora seja um pouco longo e tenha momentos feitos para as pessoas chorarem, é uma produção enorme e um filme bom de se ver.

TIAGO CARVALHO (0-3) - Três Estrelas




publicado por senhordoadeus às 02:06
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar | ver no SAPO Cinema

O Senhor do Adeus - Rubrica de Cinema
Todos os Domingos, pelas 20.30, no cinema El Corte Inglês, João Manuel Serra (o famoso "Senhor do Adeus") vai ao cinema com Filipe Melo e com Tiago Carvalho. Este Blog serve para documentar as opiniões e observações de João Serra sobre os filmes e sobre a vida. Os comentários deixados no blog durante a semana serão lidos ao João Serra no Domingo seguinte.
O Senhor do Adeus
críticas recentes

Adeus!

Hail, Caeser!

Trumbo

Quarto

Deadpool

Carol

pesquisar
 
últ. comentários
I have my own business order mysoline (http://www....
Is it convenient to talk at the moment? naprelan 7...
this is be cool 8) generic primidone (http://www.l...
arquivos

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Junho 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

mais comentados
tags

todas as tags

links
blogs SAPO
RSS