Quarta-feira, 10 de Março de 2010
Shutter Island

Poster de «Shutter Island»

 

FILME: Shutter Island

REALIZADOR: Martin Scorsese

 

Achei o filme bem feito. Ja estava à espera que fosse, por ser do Martin Scorsese.

 

Fiquei com algumas dúvidas. Este hospital psiquiátrico terá existido mesmo na América? Ou será ficção? Deve ser ficção... Nunca me constou que houvesse na américa uma coisa qualquer deste género como faziam os Nazis para mexer no cérebro das pessoas.

 

Não sei até que ponto haverá um local como este, porque estas coisas às vezes são tabu e não se sabem. O Homem é muito inteligente e preocupa-se com o cérebro, e há até já experiências muito boas, como remédios e outras coisas que prolongam a vida. Eu até acredito que estas coisas existam. É pena é haver sempre o lado negativo... o Homem tem má indole e usa estas coisas nas guerras. Os Nazis sei, porque se falou, sou daquela época e lembro-me que se falava e vinha nas actualidades da altura que fizzeram atrocidades e experiências. Nunca cheguei a perceber porque é que o Hitler, que podia ter feito da Alemanha uma potência fantástica, resolveu invadir os outros países.

 

A primeira de muitas vezes que fui à Alemanha, por volta de 1960, ainda havia o muro de Berlim e até diziam o o Hitler se tinha matado ali com a amante Eva Braun. Foi uma viagem à Escandinávia, em que fomos também à Polónia, à Alemanha soviética e à Russia (que naquela altura ainda estava sobre o controlo dos comunistas). Já tenho visto este mundo muito diferente do que é agora... Tudo isto agora é história, mas eu vivi aqueles momentos também, por sinal nada agradáveis. Por exemplo na Russia andava toda a gente com um ar muito pesado e com um vida muito arrastada. Mas houve coisas que gostei de ver, como a Praça Vermelha, aquela basilica e São Peters Burgo, que naquela altura não se chamava assim (muitas coisas de teatro, ópera e bailado).

 

O Hitler que deixou a Alemanha de rastos que só há pouco tempo é que recuperou. Como são muito inteligentes conseguiram. Aquele ódio aos Judeus também nunca percebi.

 

Voltando ao filme, julgo que deve ser tudo ficção e que não deve ter havido nunca nenhuma coisa psiquiátrica desse género numa ilha. Se houver deve ser uma coisa muito escondida.

 

O filme está muito bem realizado, um pouco confuso, mas desconfiei do final. Tenho de ver o filme outra vez, porque depois de ter percebido algumas coisas, só no fim é que percbi quem era o maluco.

 

O filme está muito bem engendrado, com o Leonardo Di Caprio muito bem (fez-se um bom actor).  Ainda que sinistro, morbido e em forma de pesadelo achei o filme muito bem feito. Gostei.

 

JOÃO MANUEL SERRA - 4 estrelas (0-5)

FILIPE MELO -

TIAGO CARVALHO - 2 estrelas (0-3)



publicado por senhordoadeus às 18:16
link do post | comentar | ver comentários (2) | partilhar | ver no SAPO Cinema

Quinta-feira, 3 de Dezembro de 2009
Tetro

Poster de «Tetro»

REALIZADOR: Francis Ford Coppola

 

http://cinema.sapo.pt/filme/tetro

  

 


 

 

O que achou do filme?

 

Gostei imensíssimo. Começo por dizer que não sabia que o filme era do Coppola que é um realizador que admiro muito, mas não estou influenciado por saber que é dele. Mesmo que não tivesse visto o nome Coppola  tinha gostado à mesma. Achei formidável todo o ambiente do filme, que o Copola criou e outros realizadores italianos do pós-guerra criaram. Foi uma série de realizadores italianos muito bons.
 
Gostei de tudo: do tema, o argumento, a interpretação (só conhecia o actor principal, mas nem me lembrava do nome dele - Vicent Gallo), o rapazito (Alden Ehrenreich), a rapariga que vive com o Tetro (Maribel Verdú). São todos muito bons actores, e até a coreografia que aparece no filme achei formidável - muito bons bailarinos e coreografia interessante.
 
Foi uma revelação porque não tinha ideia de ter ouvido falar deste filme, não tinha visto a apresentação de maneira que estava na dúvida sobre o que ia ver e estava com receio que fosse um bocado maçador. Mas não.
 
Gostei de mais pormenores, porque o filme tem muitas coisas boas e passa-se num país que não conheço, mas gostava de conhecer: a Argentina. Gostava de conhecer  Buenos Aires e não só. Tenho a mania das montanhas, Gostava de ver aquele glaciar na patagónia, (de geografia eu sei) que é no sul da Argentina e do Chile onde acaba a Cordilheira dos Andes.   Gostei sempre muito da paisagem montanhosa, seja nos Alpes, nos Pirenéus, ou mesmo na nossa Serra da Estrela onde já caiu muita neve. Já estamos no tempo do friozinho...Só nao percebi porque é que as montanhas brilhavam no Filme, não sei se é invenção do filme ou se é algum fenómeno físico daquela zona.
 
Achei o filme muito completo
 
CLASSIFICAÇÕES
 JOÃO MANUEL SERRA (0 a 5) - Cinco
 

FILIPE MELO -  Estive doente
 

TIAGO CARVALHO (0 a 3) - Três



publicado por senhordoadeus às 19:25
link do post | comentar | ver comentários (1) | partilhar | ver no SAPO Cinema

Terça-feira, 21 de Julho de 2009
Harry Potter e o Principe misterioso

FILME: Harry Potter e o Principe misterioso
REALIZADOR: David Yates

cinema.sapo.pt/filme/harry-potter-and-the-half-blood-prince

 

 


 

O que achou do filme?

Não é bem o género de filme que eu gosto, estas magias ou feitiçarias. Achei o filme um bocadinho sobre o comprido, mas não deixo de achar que é um filme muitíssimo bem feito, com efeitos especiais espectaculares e com uns pormenores que gostei imenso, como por exemplo o inglês que se fala no filme, que é um inglês que gosto imenso. É um inglês muito britânico. O artista que faz de Professor Dumbledore (Michael Gambon) tem uma voz formidável, que é um pormenor interessante.

 

O filme tem um ambiente de magia que consegue envolver-nos e deixar-nos em suspenso, pela música de fundo, os cenários, a interpretação, os efeitos especiais… Tudo aquilo é realmente envolvente, sob o ponto de vista da magia. Eu penso que magia, também nós temos aqui no nosso mundo. Não é magia dos feiticeiros, mas é a magia da do Homem, que é muito inteligente. Para mim, que já tenho quase oitenta anos, e que quando era miúdo vivia num mundo atrasado, este progresso, estas coisas todas das máquinas é tudo uma magia, é tudo mágico. A propósito do progresso está nesta altura (na internet) a comemorar-se o quadragésimo aniversário da ida do homem à Lua, a que eu assisti em directo, e naquela altura já era crescidinho: achei espectacular. Foi uma coisa que nunca mais esqueço na minha vida, embora houvesse gente que não acreditasse na ida do Homem à Lua. Mas eu acredito, acreditei sempre na inteligência do Homem, não nas magias e feitiçarias. O site é o wechoosethemoon.org, - aqui se comemora o quadragésimo aniversário, que se completa dia 20, e se acompanha uma sonda que foi lançada pelos Estados Unidos para a Lua.

 

O filme é baseado num livro de fantasia. O João gosta deste género de livros/filmes?

Não sou muito de livros de fantasia. Gostei muito do Feiticeiro de Oz (com a Judy Garland) quando era miúdo! Como não sou muito de fantasia, ainda não tinha visto nenhum filme do Harry Potter, e nem engraçava muito com a cara dele. Gosto muito da imaginação, e o filme tem muita imaginação, mas apesar de tudo sou uma pessoa muito terra a terra. Acho que o que tem vindo a acontecer no mundo é uma coisa fantástica, e mais ainda o que penso que um dia existirá. Embora não tenha a certeza, acho que o Homem irá ainda mais longe do que foi e que vai haver inventos fantásticos. Acho que já não vou assistir a mais nada, mas o Homem vai chegar bem longe...Até onde não sei.

 

Para viver para sempre acho que não. Há tempos ouvi na televisão que há uns sábios japoneses que estavam a estudar a maneira do Homem viver para sempre. Eu acho que é absolutamente impossível, porque como era possível as pessoas não morrerem? Onde é que cabiam as pessoas todas se não morressem neste mundo? Não haveria alimentação. Agora já falam que há dificuldade em produzir certos alimentos, como plantas, gado e pesca e que podem mesmo desaparecer. Como é que havia alimentação para esta gente toda? A não ser que também inventassem comprimidos a substituir a comida, e então já não precisávamos (ou precisavam) de alimentação vulgar, carne, peixe vegetais e essas coisas todas.

 

Até posso acreditar que possa acontecer um dia, agora não sei. Tudo isto é um mistério muito grande. Sou uma pessoa que penso muito no universo, e por isso é que estou com muita vontade de ir ao Observatório Astronómico da Ajuda, para ver as estrelas, como aquele intérprete do filme que observa a Lua (Ron Weasley, interpretado por Rupert Grint). Eu às vezes também me ponho em casa à janela a observar o luar. Fico extasiado a olhar e a pensar o que é isto tudo, como é que começou, as galáxias… Ainda no outro dia descobriram outras galáxias que ainda não se tinham descoberto. Onde é que vão parar as galáxias todas. Onde é que tudo isto começou? Onde é que isto acaba?

 

O infinito faz-me muita confusão e é algo que sempre me fascinou desde miúdo. Julgo que foi uma coisa precoce, naquela altura pensar nisso tudo com muito interesse, com muita admiração e ao mesmo tempo com muito medo. Isto é uma coisa que nos causa um bocadinho de medo. Já ouvi profecias de que a Terra vai acabar, ou que vai cair um meteorito que acaba com a Terra. Acho que as pessoas têm de penar um bocadinho, se não ficávamos de braços cruzados à espera de morrer… Mas é uma coisa que tenho pena, é que eu se calhar, nem daqui a poucos anos, não vou ver como está este mundo de progresso. No outro dia vi numa revista um Robot, de que já tinha ouvido falar na rádio, que tem sete emoções. Está feito para chorar, para rir, para cantar… Isto é uma coisa fantástica!

 

 

 

CLASSIFICAÇÕES

 

 

João Manuel Serra (0 a 5) -
Filipe Melo - A estória não é nada de especial, mas os efeitos especiais são o fim da macacada!
Tiago Carvalho (0 a 3) -
 



publicado por senhordoadeus às 10:23
link do post | comentar | ver comentários (2) | partilhar | ver no SAPO Cinema


O Senhor do Adeus - Rubrica de Cinema
Todos os Domingos, pelas 20.30, no cinema El Corte Inglês, João Manuel Serra (o famoso "Senhor do Adeus") vai ao cinema com Filipe Melo e com Tiago Carvalho. Este Blog serve para documentar as opiniões e observações de João Serra sobre os filmes e sobre a vida. Os comentários deixados no blog durante a semana serão lidos ao João Serra no Domingo seguinte.
O Senhor do Adeus
críticas recentes

Shutter Island

Tetro

Harry Potter e o Principe...

pesquisar
 
últ. comentários
I have my own business order mysoline (http://www....
Is it convenient to talk at the moment? naprelan 7...
this is be cool 8) generic primidone (http://www.l...
arquivos

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Junho 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

mais comentados
2 comentários
1 comentário
tags

todas as tags

links
blogs SAPO
RSS