Quarta-feira, 10 de Março de 2010
Shutter Island

Poster de «Shutter Island»

 

FILME: Shutter Island

REALIZADOR: Martin Scorsese

 

Achei o filme bem feito. Ja estava à espera que fosse, por ser do Martin Scorsese.

 

Fiquei com algumas dúvidas. Este hospital psiquiátrico terá existido mesmo na América? Ou será ficção? Deve ser ficção... Nunca me constou que houvesse na américa uma coisa qualquer deste género como faziam os Nazis para mexer no cérebro das pessoas.

 

Não sei até que ponto haverá um local como este, porque estas coisas às vezes são tabu e não se sabem. O Homem é muito inteligente e preocupa-se com o cérebro, e há até já experiências muito boas, como remédios e outras coisas que prolongam a vida. Eu até acredito que estas coisas existam. É pena é haver sempre o lado negativo... o Homem tem má indole e usa estas coisas nas guerras. Os Nazis sei, porque se falou, sou daquela época e lembro-me que se falava e vinha nas actualidades da altura que fizzeram atrocidades e experiências. Nunca cheguei a perceber porque é que o Hitler, que podia ter feito da Alemanha uma potência fantástica, resolveu invadir os outros países.

 

A primeira de muitas vezes que fui à Alemanha, por volta de 1960, ainda havia o muro de Berlim e até diziam o o Hitler se tinha matado ali com a amante Eva Braun. Foi uma viagem à Escandinávia, em que fomos também à Polónia, à Alemanha soviética e à Russia (que naquela altura ainda estava sobre o controlo dos comunistas). Já tenho visto este mundo muito diferente do que é agora... Tudo isto agora é história, mas eu vivi aqueles momentos também, por sinal nada agradáveis. Por exemplo na Russia andava toda a gente com um ar muito pesado e com um vida muito arrastada. Mas houve coisas que gostei de ver, como a Praça Vermelha, aquela basilica e São Peters Burgo, que naquela altura não se chamava assim (muitas coisas de teatro, ópera e bailado).

 

O Hitler que deixou a Alemanha de rastos que só há pouco tempo é que recuperou. Como são muito inteligentes conseguiram. Aquele ódio aos Judeus também nunca percebi.

 

Voltando ao filme, julgo que deve ser tudo ficção e que não deve ter havido nunca nenhuma coisa psiquiátrica desse género numa ilha. Se houver deve ser uma coisa muito escondida.

 

O filme está muito bem realizado, um pouco confuso, mas desconfiei do final. Tenho de ver o filme outra vez, porque depois de ter percebido algumas coisas, só no fim é que percbi quem era o maluco.

 

O filme está muito bem engendrado, com o Leonardo Di Caprio muito bem (fez-se um bom actor).  Ainda que sinistro, morbido e em forma de pesadelo achei o filme muito bem feito. Gostei.

 

JOÃO MANUEL SERRA - 4 estrelas (0-5)

FILIPE MELO -

TIAGO CARVALHO - 2 estrelas (0-3)



publicado por senhordoadeus às 18:16
link do post | comentar | ver comentários (2) | partilhar | ver no SAPO Cinema


O Senhor do Adeus - Rubrica de Cinema
Todos os Domingos, pelas 20.30, no cinema El Corte Inglês, João Manuel Serra (o famoso "Senhor do Adeus") vai ao cinema com Filipe Melo e com Tiago Carvalho. Este Blog serve para documentar as opiniões e observações de João Serra sobre os filmes e sobre a vida. Os comentários deixados no blog durante a semana serão lidos ao João Serra no Domingo seguinte.
O Senhor do Adeus
críticas recentes

Shutter Island

pesquisar
 
últ. comentários
I have my own business order mysoline (http://www....
Is it convenient to talk at the moment? naprelan 7...
this is be cool 8) generic primidone (http://www.l...
arquivos

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Junho 2011

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

mais comentados
2 comentários
tags

todas as tags

links
blogs SAPO
RSS